O Fomento Ultramarino e a Metrópole

Pintura no Banco Nacional Ultramarino, em Lisboa - Sede (1964)
(Óleo e cera sobre madeira)
 
m20.jpg (21819 bytes)
O Fomento Ultramarino e a Metrópole
 
(Maqueta)
m20.jpg (21819 bytes)

O Fomento Ultramarino e a Metrópole

 

(Estudo)

 
 
     Tema – Dominam a composição um sol irradiante, símbolo da Vida, e uma figura de Mercúrio, que, voando sobre o navio ex-libris do Banco, simboliza a acção deste. Vem esta figura dum grupo histórico constituído por um mareante, um frade e um capitão, junto duma barca e duma rosa dos ventos, com os quais vem à lembrança a gente que descobriu, ocupou e civilizou as terras de além mar. E dirige-se aquela figura sobre as águas do mar, a essas terras, que vão desenvolver-se com a sua presença.
     O progresso anunciado corporiza-se aqui em figuras actuantes, que plantam, colhem, caçam, pescam, estudam, ensinam, constroem, comerciam, fabricam, rezam e jogam. Todo este grupo de figuras se destaca sobre um fundo com as cores nacionais, que a todas elas cobrem e juntam. E assentam num plinto constituído pelas armas das Províncias ultramarinas directamente interessadas no Banco.