Antónia de Jesus Martins (24-6-1863 - 24-12-1950)

     Antónia de Jesus Martins (Envendos, 24-6-1863 - Lisboa, 24-12-1950), natural de Envendos, na Beira Baixa, antes de ser colocada em Alpalhão como professora estudou o método de João de Deus, vivendo em casa do poeta, tendo ficado sempre muito amiga das suas filhas.
Em 1882, aos 19 anos
     Aos 30 anos (em 1893), casou com José Pedro Barata, e foi Mãe de José Pedro Barata (1896-1978) e Jaime Martins Barata (1899-1970).
     Em 1904 José Pedro Barata morre, deixando a viúva e os dois órfãos em precária situação. Com grande coragem, Antónia de Jesus, continuando professora em Póvoa e Meadas, conseguiu que os filhos fizessem o curso dos liceus em Portalegre, e, vendo que eram estudantes brilhantes, decidiu-se a deixar a Póvoa e trazê-los para Lisboa para procurarem a oportunidade de uma carreira com algum futuro. Este ambiente de austeridade e rigor moral marcou toda a personalidade dos dois jovens.

     Por entre dificuldades e privações, mas com grande dedicação e entreajuda, na cidade grande e estranha, os dois irmãos encontraram as suas vocações e fizeram os seus estudos.

     José Pedro Martins Barata entrou para a carreira militar, cursou veterinária e reformou-se com o posto de coronel-tirocinado com o curso de Estado-maior. Aposentado, voltou a Póvoa e Meadas, e dedicou-se à arqueologia, tendo produzido estudos e memórias apresentados à Sociedade dos Arquitectos Portugueses e a sociedades históricas espanholas.

     Jaime, mais indeciso, entrou para a Escola Normal Superior, com intenção de ser professor de matemática. Frequentou portanto, as necessárias cadeiras na Faculdade de Ciências, o que lhe permitiu depois, quando necessário, nos Liceus, leccionar também aquela matéria. A sua convicção não estava ainda inteiramente formada, pois um professor da Faculdade convenceu-o a fazer a admissão à Escola Superior de Comércio (depois ISCEF), e tornar-se economista. Foi admitido, mas não chegou a ser atraído pela carreira. Entretanto, outros interesses o chamavam.

     Pinturas de Jaime Martins Barata
        
 
Pais:  António D. e Justina Martins
Filhos: José Pedro Barata (1896-1978) e Jaime Martins Barata (1899-1970)
 

◄ Voltar para Glossário