Sociedade Nacional de Belas-Artes (SNBA)

     A Sociedade Nacional de Belas-Artes, associação de cultura fundada em 16 de Março de 1901 e reconhecida como instituição de utilidade pública por carta de lei de 29 de Junho de 1914, com sede na Rua de Barata Salgueiro, em Lisboa, tem como principal objectivo promover e auxiliar o progresso da arte em todas as suas manifestações, defender os interesses dos artistas e em especial dos seus associados, procurando auxiliá-los tanto moral como materialmente, e cooperar com o Estado e demais entidades competentes em tudo o que interesse à arte nacional e ao desenvolvimento da cultura artística.

Ver site da Sociedade Nacional de Belas-Artes

História da Sociedade Nacional de Belas-Artes: 1860-1951 

Exposições:
     A primeira exposição efectuou-se em Abril 1901 e a primeira concessão de prémios teve lugar em 1/6/1901, dando-se a Medalha de Honra a José Ferreira Chaves, como homenagem póstuma.
     Desde então, até hoje, realizaram-se 63 exposições oficiais (Salons), das quais 16 foram exclusivamente de aguarela, desenho, etc.
 
1902 -
1904 -
1905 - 5ª Exposição  - Ver  Catálogo  
1906 - 6ª Exposição
1907 -
1908 -
1909 - 7ª Exposição - Ver  Catálogo  
1910 - 8ª Exposição - Ver  Catálogo   
1911 -
1912 -
1913 - 10ª Exposição - Ver   Catálogo   
1915 - 12ª Exposição - Ver  Catálogo   
1921 -
1922 -
1923 - 20ª Exposição - Ver   Catálogo   
1924 -
1925 -
1926 - 23ª Exposição - Ver   Catálogo   
1927 - 24ª Exposição
1928 -
1929 - 26ª Exposição - Ver  Catálogo 
1930 - 7ª Exposição de Aguarelas
1931 - 8ª Exposição de Aguarelas
1932 -
1933 - 30ª Exposição
1934 - 31ª Exposição
1936 -
1937 - 34ª Exposição - Ver  Catálogo 
         - 1ª Exposição de Arte Retrospectiva (1880-1933) - Ver  Catálogo 

1938 -

1939 -
1940 -
1941 -
1942 -
1944 -
1945 -
1946 -
1947 -
1948 -
1949 -
1950 -
...
Resumo: 
Associação de cultura que tem como principal objectivo promover e auxiliar o progresso da arte em todas as suas manifestações, defender os interesses dos artistas e em especial dos seus associados, procurando auxiliá-los tanto moral como materialmente, e cooperar com o Estado e demais entidades competentes em tudo o que interesse à arte nacional e ao desenvolvimento da cultura artística.